A World Surf League anunciou nesta terça, 22, que o calendário atualizado do Challenger Series – CS 2022 terá 8 etapas em 6 países, quando os competidores disputarão a classificação para a elite do Championship Tour – CT. O que há de novo é o “Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil”, 7ª etapa da competição a ser realizada, de 01 a 08 de novembro, na praia de Itaúna que, com isso, será a única até agora, no mundo, a sediar, na mesma temporada, etapas do Championship Tour e do Challenger Series.

Promovido com o princípio da igualdade na premiação para homens e mulheres, incentivado pela World Surf League, o Challenger Series é disputado por 96 surfistas na categoria masculina e 64 na feminina. O Challenger Series 2022 terá início na Austrália, logo após a quinta etapa do Championship Tour, em Margaret River. Na ocasião haverá um corte no número de competidores na elite: de 34 para 22 (homens) e de 17 para 10 (mulheres). Tanto os top-22 quanto as top-10 já estarão classificados para o CT 2023 e seguirão competindo nas cinco últimas etapas da temporada, buscando terminar entre os 5 primeiros dos rankings que disputarão os títulos mundiais no Rip Curl WSL Finals. Os que ficarem abaixo da linha de corte ainda terão o Challenger Series para tentar se manter na elite.

A disputa pelas 10 vagas para a categoria masculina e pelas 5 da feminina começará com duas etapas seguidas: na Austrália, na Gold Coast, de 7 a 15 de maio; e em Sidney, de 17 a 24 do mesmo mês. Mais duas etapas acontecerão no mês de julho, de 20 a 27, em Ballito, na África do Sul; e de 30 a 7 de agosto, na Califórnia, Estados Unidos. Em outubro, mais uma etapa será realizada em Ericeira, Portugal, do dia 1 a 9; e outra de 12 a 23 em Hossegor, na França. O “Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil” será a penúltima etapa do ano, de 1 a 8 de novembro, na praia de Itaúna. A grande final acontecerá no Havaí, no Haleiwa Challenger, de 26 de novembro a 07 de dezembro, em Haleiwa Beach.

“Corona Saquarema Pro”

O “Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil” será realizado na fase final da temporada, sendo decisivo na disputa pelas vagas para o CT 2023. Os 34 homens e 17 mulheres integrantes da elite do CT deste ano terão participação garantida. Entre eles estará o surfista de Saquarema, João Chianca, o Chumbinho, estreante como titular na seleção brasileira da WSL este ano. Com isso ele competirá em casa duas vezes: no Oi Rio Pro, no mês de junho; e no “Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil”, em novembro. Também têm presença confirmada em todas as oito etapas do WSL Challenger Series, mais 58 competidores e 43 competidoras indicados pelos rankings das etapas do Qualifying Series, promovidas pelos 7 escritórios regionais da WSL no mundo. Completam o quadro de participantes de cada etapa, dois homens e duas mulheres do Mundial Junior da WSL, além de dois convidados (wildcards) e duas convidadas pelos organizadores dos eventos. As vagas que sobrarem de tops do CT que eventualmente não desejarem competir, serão preenchidas por convidados (wildcards) indicados pela WSL.

“Saquarema é conhecida como a Cidade do Surf e acho que ninguém fica desapontado com os eventos que rolam aqui e com a ‘vibe’, na semana dos campeonatos, que é sempre gigantesca. Teve um evento QS 3000 aqui no ano passado, quando tive a oportunidade de fazer a final. Poder sentir o gostinho de me apresentar em frente de casa, de todos os meus amigos e da família é o que me motiva a ser surfista profissional. Agora, ter a oportunidade de me apresentar em dois eventos com essa magnitude, vai ser incrível”, disse João Chianca.

“Eu estou muito feliz e orgulhosa em compartilhar a notícia de que Saquarema será a única cidade, no mundo, a sediar os dois maiores eventos de surfe realizados pela WSL e por recebermos, mais uma vez, grandes competições de surfe em nossas praias. Esses eventos são muito importantes para movimentar o turismo, a economia do nosso município e de toda a Região dos Lagos. É a quarta vez que nossa cidade sediará o Oi Rio Pro e agora teremos o Corona Saquarema Pro pelo Challenger Series, consolidando ainda mais o nosso município como a Capital Nacional do Surf”, ressaltou a Prefeita de Saquarema, Manoela Peres.

“É uma grande satisfação termos a cidade de Saquarema recebendo dois eventos das principais competições do mundo no mesmo ano”, destaca Ivan Martinho, CEO do escritório da World Surf League na América Latina. “Esse feito inédito da Praia de Itaúna ser a única a sediar etapas do CT e do CS, reitera a importância desse paraíso dos surfistas como um dos maiores palcos do esporte no mundo todo. Quero exaltar também o apoio dos patrocinadores, por acreditarem no projeto e nos ajudarem a transformar esse sonho em realidade”.

Produzido pela WSL Latin America, o “Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil” conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Saquarema, Corona, Banco do Brasil, BB DTVM, Havaianas, 51 Ice e da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Governo do Estado do Rio de Janeiro. A competição será transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.