Com a retomada das visitações ao Sambaqui da Beirada, centenas de alunos das escolas do município estão conhecendo o local.  Nesta quarta-feira, 21 de setembro, a Secretaria Municipal de Cultura organizou a visita dos alunos da Escola Municipal Beatriz Amaral, que fica no bairro Palmital.

As visitas buscam dotar os alunos de conhecimento sobre a importância de Saquarema para pré-história brasileira.

Localizado em Barra Nova, o Sambaqui da Beirada é um sítio arqueológico deixado por povos pré-históricos que habitavam a costa brasileira até 8 mil anos atrás. O local foi descoberto pelo pescador Manoel Vencesláu, conhecido como Jucá, e pesquisado em 1987 pela arqueóloga Lina Kneip e equipe. Datado de 4.520 anos, o Sambaqui constitui a mais antiga ocupação humana de Saquarema.

Segundo estudos, os primitivos habitantes da região viviam em grupos familiares e confeccionavam armas, adornos e instrumentos com pedras, ossos, dentes de animais, conchas de moluscos e outros materiais há muito desaparecidos.  Suas tradições, hábitos alimentares, práticas funerárias e manifestações artísticas identificadas a partir das escavações são peças importantes no estudo dos povos que deixaram suas marcas preservadas em Saquarema.